terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Boas Festas

BOAS FESTAS...
 
Se eu pudesse deixar algum presente a você, deixaria aceso o sentimento de amar
a vida dos seres humanos.
A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo a fora.
Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem.
A capacidade de escolher novos rumos.
Deixaria para você, se pudesse, o respeito àquilo que é indispensável.
Além do pão, o trabalho. Além do trabalho, a ação.
E, quando tudo mais faltasse, um segredo: o de buscar no interior de si mesmo a
resposta e a força para encontrar a saída.
                              - Mahatma Ghandi

Desejo a todos juntamente com suas famílias, Boas Festas, Feliz Natal e um 2011 maravilhoso!!!!

 

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

O Poder das Palavras

Em nos reportando à indulgência, recorde-se que o verbo pode ser definido em variadas comparações.
A palavra de bondade é uma semente de simpatia.
A frase de acusação é um golpe agravando a ferida que nos propomos curar.
O conceito otimista é luz no caminho.
O grito de cólera é curto-circuito na sistemática das forças em que venha a surgir.
O diálogo construtivo é terapêutica restauradora.
O comentário deprimente é pasto da obsessão.
A nota de esperança é porta de paz.
O conceito pessimista é nuvem enregelante.
A frase calmante é ingrediente de paz.
O verbo agressivo é indução à doença.
Conversando podemos criar saúde ou enfermidade, levantar ou abater, recuperar ou ferir.
A nossa palavra enfim pode ser uma pancada ou uma bênção.
E o uso dessa força que equilibra ou desequilibra, obscurece ou ilumina, ergue ou abate está em nós. 


Livro: Busca e Acharás
André Luiz/ Francisco Cândido Xavier

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O QUE IMPORTA

          Não importa:
            que a ventania da incompreensão nos zurza o caminho;
            que a ignorância nos apedreje;
            que a injúria nos aponte ao descrédito;
            que a maledicência nos receba a jarros de lama;
            que a intriga nos envolva em sombra;
            que a perseguição nos golpeie;
            que a crítica arme inquisições para condenar-nos;
            que os obstáculos se multipliquem, complicando-nos a jornada;
            que a mudança de outrem nos relegue ao abandono;
            ou que as trevas conspirem incessantemente, no objetivo de perder-nos.
            Importa nos agasalhemos na paciência; que nos apliquemos à desculpa incondicional; que nos resguardemos na humildade, observando que só temos e conseguimos aquilo que a Divina Providência nos empreste ou nos permita realizar; que nos cabe responder ao mal com o bem, sejam como sejam as circunstâncias; e que devemos aceitar a verdade de que cada coração permanece no lugar em que se coloca e que, por isso mesmo, devemos, acima de tudo, conservar a consciência tranqüila, trabalhar sempre e abençoar a todos, procurando reconhecer que todos somos de Deus e todos estamos em Deus, cujas leis nos julgarão a todos, amanhã e sempre, segundo as nossas próprias obras.
 
Coragem- Francisco Cândido Xavier/Emmanuel

sexta-feira, 15 de outubro de 2010



Leve na sua memória, para o resto da vida, as coisas boas que surgiram nas dificuldades.
Elas serão uma prova de sua capacidade, e lhe darão confiança diante de qualquer obstáculo.
Uns queriam um emprego melhor; outros, só um emprego.
Uns queriam uma refeição mais farta; outros, só uma refeição.
Uns queriam uma vida mais amena; outros, apenas viver.
Uns queriam pais mais esclarecidos; outros, ter pais.
Uns queriam ter olhos claros; outros, enxergar.
Uns queriam ter voz bonita; outros, falar.
Uns queriam silêncio; outros, ouvir.
Uns queriam sapato novo; outros, ter pés.
Uns queriam um carro; outros, andar.
Uns queriam o supérfluo; outros, apenas o necessário.
Há dois tipos de sabedoria: a inferior e a superior.
A sabedoria inferior é dada pelo quanto uma pessoa sabe e a superior é dada pelo quanto ela tem consciência de que não sabe.
Tenha a sabedoria superior. Seja um eterno aprendiz na escola da vida.

Chico Xavier

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Acorde para Vencer

Não deixe que nada afete seu espírito.
Envolva-se pela música, ouça, cante e comece a sorrir mais cedo.
O bom humor é contagiante espalhe-o, fale de coisas boas, de saúde de sonhos, de amor.
Ajude as outras pessoas a perceberem o que há de bom dentro de si.
Tudo que merece ser feito, merece ser bem feito.
Torne suas obrigações atraentes, tenha garra e determinação.
Mude,opine, ame o que faz. Não trabalhe só por dinheiro e sim pela satisfação da missão cumprida.
Lembre-se de que nem todos têm a mesma oportunidade.
Pense no melhor, trabalhe pelo melhor espere sempre o melhor.
Você pode tudo que quiser.
Perdoe!!
Seja grande para os aborrecimentos, pobre para a raiva, forte para vencer o medo.
O trabalho é uma das contribuições que damos à vida,mas não se deve jogar nele todas as nossas expectativas de realizações.
E finalmente, ria das coisas à sua volta, de seus problemas, de seus erros, ria da vida.
E... ame.
Antes de tudo, a você mesmo!
**Autor Desconhecido**

terça-feira, 21 de setembro de 2010

#BlogagemColetiva - Avós

Quando criei este Blog achei que não iria colocar nada pessoal, mas hoje vou abrir uma excessão...

Bom vou falar de avós... Logo nos vem em mente uma velhinha... Assim é a minha visão, ou pelo menos era...

Na minha visão, lembro da minha avó materna como sendo a "velhinha"mais doce e incrível que alguém poderia ser, alguém que estava sempre a nos dar carinho, e com certeza esconder as nossas traquinagens.. ela já se foi a muito tempo, uns 20 anos... saudades...

Depois me tornei mãe e a minha mãe se tornou avó... mas como fui mãe solteira a avó acabou sendo uma mãevó, ela me ajudou sempre, cuidou da minha princesa, educando quase como nos educou... Depois casei, e engravidei da minha ruivinha, acho que só aí a minha mamis pode ser avó mesmo... sem preocupações na educação... Minha ruivinha tem uma avó (por parte de pai) que faz tudo o que ela quer... quer ver comprar batom... acho que já confisquei uma dúzia..rss ..Aí eu me divorciei, conheci o meu namorido e engravidei novamente, meu gatão... a avó dele (pai) é uma verdadeira avó com açucar, já que ela é doceira...

E no meio de tudo isso eis que vem uma grande surpresa... agora quem é avó... pasmem..rss.. sou eu... mas aí vem aquela pergunta.. avó não é velhinha??..rss.. não mesmo... sou uma avó novinha... tenho 38 anos e um neto de 3 meses... É uma sensação bem estranha... mas gostosa.. como ele é novinho e mora comigo, ainda não sei direito como vou ser como avó... espero que me saia bem... as vezes confundo tudo... chamo ele de filho em vez de neto... minha filha só ri...

De uma coisa eu tenho certeza... ele tem uma avó modernex, daquela que tem blogs (tenho 2), orkut, twitter, facebook, email... e principalmente que o ama muito...


quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Paz e Renovação

Maneiras de amar a nós mesmos: ajudar a todos, sem exigir qualquer pagamento de gratidão; repetir as lições edificantes, tantas vezes quantas se fizerem necessárias, perseverando no aperfeiçoamento de nós mesmos sem desanimar e colocando-nos a serviço do Divino Mestre, hoje e sempre.

André Luiz – psicografia de Francisco Cândido Xavier

sexta-feira, 21 de maio de 2010

** Uma receita (espero que você experimente ela)

Ingredientes

Famíla (é aqui que tudo começa)
Amigos (nunca deixe faltar)
Raiva (se existir que seja pouca)
Desespero (pra quê)
Paciência (a maior possível)
Lágrimas (enxugue todas)
Sorrisos (os mais variados)
Paz (em grande quantidade)
Perdão (à vontade)
Amor (pode abusar)
Carinho (essencial)

Modo de Preparar:

Reúna a sua família e seus amigos.
Esqueça os momentos de raiva e desespero passados.
Se precisar use toda sua paciência.
Enxugue as lágrimas e as substitua por sorrisos.
Junte a paz e o perdão e deixe a esperança crescer no seu coração.
Nem sempre os ingredientes da vida são gostosos, portanto saiba misturar todos os temperos que ela oferece, e faça dela um prato de raro sabor.
Deste modo, prepare sua melhor receita de vida e nunca economize o amor e o como é lindo viver**
**Autor Desconhecido**


terça-feira, 20 de abril de 2010

Confia Sempre

Não percas a tua fé entre as sombras do mundo.
Ainda que os teus pés estejam sangrando, segue para a frente, erguendo-a por luz celeste, acima de ti mesmo.
Crê e trabalha.
Esforça-te no bem e espera com paciência.
Tudo passa e tudo se renova na Terra, mas o que vem do céu permanecerá.
De todos os infelizes, os mais desditosos são os que perderam a confiança em Deus e em si mesmos, porque o maior
infortúnio é sofrer a privação da fé e prosseguir vivendo.
Eleva, pois, o teu olhar e caminha.
Luta e serve. Aprende e adianta-te.
Brilha a alvorada além da noite.
Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te com a aflição ou
ameaçando-te com a morte...
Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia.

Espírito: MEIMEI
Médium: Francisco Cândido Xavier
Livro: "Cartas do Coração"

quarta-feira, 17 de março de 2010

segunda-feira, 15 de março de 2010

Orando cada dia

    Senhor!...

    Faze-me perceber que o trabalho do bem me aguarda em toda parte.

    Não me consintas perder tempo, através de indagações inúteis.

    Lembra-me, por misericórdia, que estou no caminho da evolução, com os meus semelhantes, não para consertá-los e sim para atender à minha própria melhoria.

    Induze-me a respeitar os direitos alheios a fim de que os meus sejam preservados.

    Dá-me consciência do lugar que me compete, para que não esteja a exigir da vida aquilo que não me pertence.

    Não me permita sonhar com realizações incompatíveis com os meus recursos, entretanto, por acréscimo de bondade, fortalece-me para a execução das pequeninas tarefas ao meu alcance.

    Apaga-me os melindres pessoais, de modo que não me transforme em estorvo diante dos irmãos, aos quais devo convivência e cooperação.

    Auxilia-me a reconhecer que cansaço e dificuldade não podem converter-me em pessoa intratável, mas mostra-me, por piedade, quanto posso fazer nas boas obras, usando paciência e coragem, acima de quaisquer provações que me atinjam a existência.

    Concede-me forças para irradiar a paz e o amor que nos ensinaste.

    E, sobretudo, Senhor, perdoa as minhas fragilidades e sustenta-me a fé para que eu possa estar sempre em ti, servindo aos outros.

    Assim seja.

    Livro: Sentinelas da Alma
    Meimei / Francisco Cândido Xavier

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Uma prece

Ao despertar, enquanto você abre os olhos e se espreguiça na cama, seja para o Senhor da vida o seu primeiro pensamento.

Meditando em tantas coisas que logo mais lhe tomarão todas as horas do dia, sem lhe deixar tempo para telefonar para o amigo que há muito não vê, ou almoçar com a família, eleve a Deus o seu pensamento e lhe diga:

Senhor, acalma meu passo. Desacelera as batidas do meu coração, acalmando minha mente.

Diminui meu ritmo apressado com a visão da eternidade do tempo. Em meio às confusões do dia-a-dia, dá-me a tranquilidade das montanhas.

Retira a tensão dos meus músculos e nervos com a música suave dos rios de águas constantes que vivem em minhas lembranças.

Ajuda-me a conhecer o poder mágico e reparador do sono. Ajuda-me a me preparar bem para o repouso de todas as noites, lembrando-me sempre que enquanto dorme meu corpo, eu, Espírito, adentrarei o verdadeiro mundo e irei aos lugares que a minha mente elegeu como meu tesouro.

Ensina-me a arte de tirar pequenas férias: reduzir o meu ritmo para contemplar uma flor, papear com um amigo, afagar uma criança, ler um poema, ouvir uma música preferida.

Ensina-me a ter olhos de ver a beleza do céu azul, um raio de sol, a chuva da tarde, o cair da noite, com seu manto aveludado bordado de estrelas.

Acalma meu passo, Senhor, para que eu possa perceber no meio do incessante labor cotidiano dos ruídos, lutas, alegrias, cansaços ou desalentos, a Tua presença constante no meu coração.

Acalma meu passo, Senhor, para que eu possa entoar o cântico da esperança, sorrir para o meu próximo e calar–me para escutar a Tua voz.

Acalma meu passo, Senhor, e inspira-me a enterrar minhas raízes no solo dos valores duradouros da vida, para que eu possa crescer até às estrelas do meu destino maior.

Obrigado, Senhor, pelo dia de hoje, pela família que me deste, pelo meu trabalho e, sobretudo, pela Tua presença em minha vida.

Tudo isto Te peço, Senhor, pois se estás comigo, em nenhum lugar me sentirei triste, porque, apesar da tragédia diária, Tu enches de alegria o Universo.

Se estás comigo, não tenho medo de nada, nem de ninguém, porque nada posso perder e todas as forças do Cosmos são impotentes para tirar-me o que me pertence, na qualidade de filho de Deus: o Teu amor.

Se estás comigo, tudo executarei em Teu nome. Enfim, em nenhum lugar me sentirei estranho, deslocado, porque estás em todas as regiões, na mais suave de todas as paisagens, no limite indeciso de todos os horizontes.

* * *

A brisa refrescante que arrefece o calor dos dias de verão somente nos beneficiará se a respirarmos compassadamente.

Somente poderemos sentir a chuva benfazeja que se derrama sobre larga faixa terrestre, trazendo a fertilidade ao chão e alimentando as fontes, se alongarmos as mãos para recolher o líquido precioso.

Também as bênçãos de Deus se espelham sobre todas as criaturas, porém, para que as possamos sentir, dulcificando-nos as vidas, é preciso que nos unamos, em sintonia feliz, a essas faixas de luz.

E esta sintonia se chama oração.

Redação do Momento Espírita com base no cap.3 do livro

Rosângela, pelo Espírito Rosângela, psicografia de Raul Teixeira,

ed. Fráter e do texto Se amas a Deus, de Amado Nervo, do livro

Um presente especial, de Roger Patrón Luján, ed. Aquariana.

Em 08.02.2010.